A caça a chupetas


Achei por um bom tempo que as chupetas fossem minhas amigas, pois deixavam meus amores mais calmos. Mas de um tempo para cá, venho pensando a respeito dessa amizade. Vou contar a relação da chupeta com cada uma das minhas filhas.
Rafaela gosta da chupeta para dormir, mas se não tiver, está tudo bem. Adora tirar as chupetas da irmã só para aperrear.
Mariana no início só chupava para dormir, mas de um tempo para cá, a menina passa o dia inteiro de chupeta, senão tem fica super chorona. Mas depois que dorme podemos tirar sem problemas que ela fica o restante da noite sem a mesma.
Andressa só dorme com chupeta tanto faz de dia como de noite. Durante o dia pega a chupeta se dermos bobeira, mas de madruga a relação com a chupeta é complicada, pois ela chupa a noite inteira e se por um acaso a mesma cai ela é incapaz de pegar e colocar na boca novamente, mesmo que esteja do seu lado. Faz um escândalo, um berreiro sem fim, até colocarmos a chupeta na sua boca. Um sufoco.
Por causa principalmente da Andressa, estou fazendo uma caça às chupetas. Além de como foi postado aqui, a menina adora dormir super tarde, ainda não nos deixando dormir a noite devido essa chupeta, afiii.
Então a partir do 29/08/2012 foi aberta a temporada de caça às chupetas. Vou contar para vocês como foi:
29/08/2012
Falei com as babás sobre tirarmos as chupetas e na mesma noite já dormiram sem chupetas. Foi uma reclamação sem fim, mas depois de muita música, histórias, carinho, beijos etc., dormiram, mas a Andressa passou a noite pedindo a mesma. O pai está só os “cacos”, pois fiquei com elas até mais tarde e depois que dormi, só no outro dia. Aí o pai assumiu o posto de cuidador do trio.
30/08/2012
Peguei todas as chupetas e escondi, estava no trabalho, mas as babás me contaram que as meninas sentiram mesmo a falta depois do almoço, na hora que elas tiram sua sesta, que foi super difícil elas dormirem, mas o cansaço venceu, mas novamente a Andressa acordou querendo chupeta, fez escândalo, um berreiro sem fim, até que acordou as outras duas. As meninas tentaram dar água, suco e iogurte para ver se elas esqueciam as chupetas e nada.
À noite, quando cheguei, Mariana olhou para mim e ficou apontando onde antes ficava suas chupetas. Então conversei com ela que não tinha mais chupetas em casa, mas ela ficou super chateada, deu o maior “piti”, só quietou quando mostrei o pote vazio onde antes eram guardadas as chupetas. Ela fez uma cara super triste, afii meu coração ficou partido, por dentro estava me sentido uma bruxa, mais fiz de conta que era normal não ter chupetas e que não estava vendo aquele rostinho lindo de “biquinho”.
Na hora de dormir tive minha primeira surpresa. Minha mãe Anatilde, que me ajuda no revezamento noturnos. Pensei que ela fosse me brigar, dizer que sou mal e tal, mas vovó Tilde aceitou a caça às chupeta numa ótima, parabéns para a vovó. Bom, mas falando nas meninas, a Andressa ficou um pouco inquieta antes de dormir, mas não chorou. Todas dormiram super-rápido e melhor ainda: não houve pedido de chupeta durante a madrugada. Às 05:00 a Andressa novamente lembrou da chupeta mas vovó Tilde já tinha preparado um leite super gostoso e fez com que a neta esquecesse as não tão amigas chupetas.
31/08/2012
As meninas que cuidam das minhas filhas falaram que hoje quem sentiu falta da chupeta foi a Rafaela, que chorou, não queria dormir, mas que com muita paciência e devido ao cansado dormiu sem a mesma.
Pensei que seria mais difícil fazer a caça às chupetas, tive que ouvir do maridão “você não vai conseguir tirar as chupetas das meninas”, mas graças a Deus e às meninas, pois minhas princesas têm ajudado e muito a caça às chupetas, pois achei que elas iam dar mais “pitis”, mas elas têm aceitado na boa a falta das chupetas - mas não vamos cantar vitória antes do tempo.
O meu maior temor é este final de semana, quando as avós estão em casa. Será que iremos dar fim às chupetas lá em casa? Torçam por nós, façam corrente positivas lá para casa.

Antes de dormir ...


As meninas estão super espertas e arranjaram uma forma de ficar só nós quatro quando chego do trabalho, pois sempre tem alguém conosco, ou é a minha mãe ou é a babá ou é babá e maridão. Quando chego em casa do trabalho elas dizem “mamãe, cocô”, só que elas ainda não sabem ir no banheiro, não fazem nada e depois pedem banho de chuveiro. Aí ficamos nós quatro no chuveiro. Pensa numa falação, gritos de alegria, abraços super gostosos. A chatice começa quando tento tirá-las do banheiro, pois por elas ficavam lá a noite toda. Depois que saímos ai a confusão aumenta, pois vou vestí-las com seu pijamas gostosos, só que agora elas não ficam quietas, na verdade parece uma guerra trocar e escovar os dentes dessa turminha. Quando termino parece que fiz arte marciais.


Ai levo duas para rede, fico cantando e contando histórias, normalmente que vai para rede é Mariana e Andressa, Rafaela fica lá fora ou com minha mãe ou babá.
Depois faço inalação, comecei a fazer inalação nela porque elas nasceram com resto de parto e ficavam com chiado no peito, então permanecemos com a inalação diária, ops noturna :), mas essa inalação está com os dias contados, pois minhas princesas estão enorme dificultando o procedimento, mas isso irei descrever com mais detalhe em outro post especifico sobre o assunto.

Chapeuzinho Vermelho

Como já mencionei aqui no blog adoro dar livros para as meninas e quando elas vão dormir, fico contando história e cantando para elas. Só que Andressa continua apaixonada pelo Lobo Mau que para ela é só o “mau”. Às vezes termino de contar a história ela quer ouvir novamente. Às vezes fico rouca, socorro preciso de um DVD da Chapeuzinho Vermelho urgente......
Às vezes ela acorda e diz: “mãe mau”, aí eu digo: “não filha, o lobo mau só de noite para você dormir...”


Imagem retirada do site de busca

Imagem retirada do site de busca

 
Pergunta: Será que ela vai gostar do DVD?

Preparativos para aniversários de 2 anos das Meninas

Esse final de semana começou o preparativo para aniversário de 2 anos das minhas bonecas. Tiramos fotos das crianças com a maravilhosa Dani Cruz que vem acompanhando o trio desde da minha barriga. Na verdade já tinha visto algumas coisas que me interessaram e andei solicitando uns orçamentos, agora é só pegar as fotos, escolher, receber as fotos tratadas e começar encomendar as coisas. Ano passado peguei várias dicas com a Uli – Blog Triabençoado - de como comprar na net, principalmente no mercado livre, pois mãe de trigêmeas que trabalha todo tempo é algo preciosismo, tem que ser tudo prático.
O tema este ano será da gatinha Marie. Minha cabeça está a mil pensado em como encantar os convidados. Comecei a fazer a lista de convidados e essa sempre é a pior parte, pois várias pessoas ficam de fora, mas esse ano a ideia é a fazer algo para menos pessoas que ano passado, afii, vamos lá.
Quando estiver mais consolidado conto para vocês. Seguem algumas fotos das minhas princesas tirada por mim, na seção de fotos, quando a Dani fotografava uma, eu tirava foto das outras rsrsrs.



Rafaela

Andressa

Mariana


FotoLivro

Semana passada fiz o meu primeiro fotolivro. Passei a semana trabalhando nele na hora do almoço. Me inspirei na Uli – Blog Triabençoado. Achei que ficou tão fofo, pois eu adoro fotos e gosto muito de fotos reveladas. Agora estou ansiosa para o fotolivro chegar, por isso deixei o blog um pouco abandonado, pois o tempo que tenho para trabalhar no blog é na minha hora de almoço, então faço uma coisa ou outra, porque agora depois de um dia super pesado no trabalho, vou para casa e a minha turminha está cada vez mais sapeca e agora é uma briga para fazer essas meninas dormirem. Depois que elas dormem não tenho mais força para fazer nada, só desabar na cama.
Mas voltando ao foto livro pedi 2 tipos para verificar a diferença, 1 tipo para mim e outro para as avós (este são iguais para não causar confusão). Também pedi umas dicas da Uli, tenho certeza que o próximo ficará ainda mais legal.

Carteira de Vacinação


Sábado as meninas completaram sua carteira de vacinação. Agora, pela carteira, elas só têm que tomar vacina aos 4 anos ou quando tiver campanha de imunização ou alguma particular. Conforme imagem. vocês viram como minhas princesas foram judiadas mas sei que esse era mais uma forma de dizer que eu as amava, pois dessa forma tentava evitar que elas pegassem alguma doença ou pelos menos pegassem mais leve, mas sempre fui super chata com essas coisas de vacina, sempre fiz tudo para a carteira de vacinação estar em dia. O pai das meninas também, pois eu lembrava das datas e ele me ajudava a levar o trio para vacinar.
Carteira de vacinação da Mariana, mas das outras 2 é a mesma coisa rsrs

Nossas, as primeiras injeções para mim foram as piores, por via meus três bebês sendo furados e olha que eram tão pequeninas, não era nada fácil. As primeiras eu chorava junto com as meninas, saía do posto arrasada,  sempre fui uma mulher muito forte, sempre sou eu que entro com as crianças, pois confiro a vacina que está sendo dada, data de validade etc. Agora eu já deixo o pai entrar, mas faço muitas recomendações para ele, pensa numa mulher controladora!!!.
Ainda bem que minhas meninas sempre foram mais fortes do que eu, pois nunca apresentaram quadro de febre ou algum tipo de reação às vacinas, o máximo que faço quando chegou faço compressa gelada no lugar da vacinação. Fui orientada pela pediatra a não dar anestésico para crianças depois das vacinas pois isso poderia diminuir a eficácia da vacina. Lógico se a criança ficasse com algum caso de dor ou febre eu dava a medicação para aliviar a dor.
No meu caso sempre privilegiei as vacinas dadas pela rede pública (no caso as meninas tomavam no CAIC). Só se a vacina não era dada pela rede pública e que dava da rede particular.
A regra aqui em casa: só vacinava quando as três pudessem vacinar, assim era mais fácil controlar quando era próxima vacina, porque ninguém merece além de ter que lembrar as inúmeras vezes que elas tinham que ser vacinadas, se tivesse que ser em data diferente para as três acho que tinha pirado rsrsrsrsrs.
Outra coisa dava duas vacinas no máximo por vez, se tivesse mais vacina para dar dava na outra semana, olha que tinha mês que toda a semana os amores da minha vida recebiam vacina.

Aniversário dos Trigêmeos Benjamin, Sarah e Eduarda.


No sábado os filhos dos meus queridos Aldrin e Ihara, os trigêmeos Benjamim, Sarah e Eduarda, fizeram 2 aninhos. Desejo a esse casal e a seus filhos muita saúde, sucesso e tudo de melhor.
Foi uma festa super linda com o tema Nemo, tudo estava ótimo e trio aproveitou bastante e comeu bastante brigadeiro rsrsrsrsr. Na hora da distribuição dos doces as meninas foram até para a fila, umas super fofas.
A casa da minha amiga Ihara fica num condomínio fechado e a rua dela não tem saída. Aí as minha meninas aproveitaram para brincar na rua, isso é muito legal pois o meu apto. não tem esse espaço para criança.







André e Aldrin esses dois são dois homens nota 1000


Rafala na fila do doce, uma princesa

Mariana na fila do doce, uma boneca

Andressa na fila doce,  um amor

Rafaela comendo brigadeiro humm
 
Andressa comendo brigadeiro humm

Mariana comendo brigadeiro humm


Aniversário da Vóvó Anatilde – Parte 2

Minha mãe faz aniversário junto com meu tio João (seu irmão), a diferença entre os dois são 10 anos. Quando minha avó Anezita era viva sempre a família inteira ia para a casa de dela nas datas comemorativas e no seu aniversário, mas depois que minha amada avó faleceu, as minha família só se reune no aniversário da minha mãe e do meu tio João. Nossa é muito engraçado e barulhento aquele monte de gente junto. Na sexta-feira nos reunimos e almoçamos todos juntos, aí levei as meninas para passarem a tarde com sua avó materna. Pensa como elas brincaram e aproveitaram a companhia da avó, dos tios e das primas.
Acho muito importante minhas meninas terem esse contanto familiar, pois para mim família é a base para tudo. A seguir algumas fotos.










Características que se perpetuam por gerações


É impressionante com os filhos herdam características físicas e comportamentais dos seus acendentes. Vejamos a seguir como uma mesma fisionomia perpetua por três gerações.
Foto mamãe criança e eu quando criança e Mariana
Minha Mãe Anatilde
Eu
Mariana
     Além das características físicas, Mariana tem o mesmo jeitinho da minha mãe.
Mariana

Eu
     A Rafaela parece com meu pai e comigo agora adulta, com muitas características de personalidade. Parece que as vezes estou me vendo, sendo que ela é uma versão mais inteligente e bem humorada.
     Andressa e André, além do nome que já é parecido,  meus Deus como duas pessoas se parecem em tudo: físico, gostos, aptidões físicas. Se essa menina tivesse nascido homem, diria que ela é um clone do meu esposo.
Andressa

André
     E aí, o que vocês acharam ? Concordam comigo? E na família de vocês como é?